Seu espaço

Acesse seu histórico clínico
e saiba novidades do seu interesse.

11/08/2018 - I CONTI - ABFIT 2018 - Dispepsia Funcional

Sábado dia 11 de agosto de 2018 tive o prazer de falar no I CONTI - ABIFIT a convite da organização do evento e do colega Dr. Antônio Calos Seixlack, sobre o tema Dispepsia na Visão da Medicina Tradicional Chinesa - Acupuntura e Fitoterapia. 
Procurei mostrar aos presentes a importância da dispepsia funcional, problema que acomete uma parcela grande da população mundial, com percentual estimado em mais 20%. 
Essa é uma condição difícil de ser entendida pela medicina, principalmente porque tem diversos fatores implicados na sua origem. São considerados fatores genéticos, infeciosos, alimentares, psíquicos, imunológicos e hormonais.
O diagnóstico é basicamente clínico, já que determinados exames que poderiam esclarecer a disfunção não são corriqueiramente utilizados. Também se faz pela exclusão de outras condições patológicas, sobretudo quando a endoscopia digestiva alta não mostra alterações. Os pacientes com dispepsia funcional podem apresentar um quadro clínico bem variado, mas sempre relacionado aos sintomas digestivos de dor no estômago, queimação, distensão abdominal, desconforto após comer e a saciedade com uma alimentação frugal.
Geralmente recorre-se a medicações que inibem a acidez do estômago, muito embora os pacientes não ela aumentada. Nesse caso, é preciso manter a medicação mesmo com o inconveniente de influir em uma condição de acidificação gástrica que se encontra dentro da normalidade. Outros são medicamentos que agem sobre a motilidade do estômago, para facilitar o seu esvaziamento.
As pesquisas mostram que a acupuntura interfere na motilidade do estômago e alivia sintomas da dispepsia funcional. Pelas próprias características da medicina chinesa, o diagnóstico pode ser detalhado e o tratamento ajustado de um modo único, como um trabalho de alfaiataria.
As formulações magistrais chinesas também nos dá acesso a um complemento terapêutico excelente. 
A importância dessas técnicas de tratamento de origem chinesa são uma opção que não pode ser descartada, pelos benefícios e segurança que oferecem.
Essas questões puderam ser discutidas na ocasião com os colegas, na companhia do Dr. Antônio Carlos e com a mediação da minha também colega Dra. Glaucia Saad.







Rua Marquês de São Vicente, nº 124 - lj. 210 e 211
Gávea - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 22.541-040
Fones: (21) 2294 4113 / 8743 5530